como-funciona-o-marketing-multinivel

O que é Marketing Multinível e como funciona na pratica

Avalie a importância deste artigo! Vote!
[Total: 14 | Média: 4.7]

 

 

Qual é a diferença de um negócio tradicional para um negócio de Marketing Multinível?

Existem muitas respostas para essa pergunta, mas se eu pudesse definir em uma única palavra, diria que é a Alavancagem.

Alavancagem é um termo usado no mercado financeiro para dizer que você pode multiplicar muitas vezes o seu dinheiro com um pequeno esforço feito de maneira correta.

Pensa comigo…

Você pode ser dono de um negócio tradicional como uma pastelaria, um escritório de advocacia, uma loja de roupas ou qualquer outro tipo de negócio que depende basicamente do seu esforço para crescer e dar certo.

Por outro lado, em um negócio de MMN você divide o esforço com uma rede de pessoas que te ajuda a multiplicar os resultados.

Especialista de Marketing Multinível revela como atrair um número ilimitado de pessoas implorando para se cadastrarem com você!

como funciona marketing multinivel o que e marketing multinivel

 

Tanto um negócio tradicional quanto um negócio de Multinível podem ser comparados ao motor de um carro.

O negócio tradicional é o motor de um carro 1.0, enquanto o negócio de Multinível é o motor de uma Ferrari.

Os dois motores fazem a mesma coisa… te levam do ponto A para o ponto B.

A diferença é a velocidade com que isso acontece.

Talvez você não conheça o funcionamento de um motor, mas você sabe que para todas as peças funcionarem direitinho, você precisa cuidar do motor fazendo revisões, trocando o óleo e colocando gasolina de boa qualidade.

Fazendo isso seu motor funcionará bem e por muitos anos.

Uma empresa de MMN é o motor de uma Ferrari.

E para usar toda a potência desse motor você precisa trocar o óleo constantemente e colocar gasolina de boa qualidade.

No a potência é a rede, o óleo é o sistema de treinamento e a gasolina é o .

Sem gasolina e óleo você não conseguirá usar toda a potência que sua Ferrari tem a te oferecer.

Em outras palavras, uma rede sem sistema de treinamento e sem sistema de recrutamento funcionará por muito pouco tempo, mas depois vai parar.

Se você quer ter sucesso no Marketing Multinível você precisa entender como esse motor funciona.

Então vamos colocar o motor da sua Ferrari em uma oficina especializada e fazer um raio-x nele para identificar como é seu funcionamento:

Os 4 pilares do método “4 em 1”

 

Pilar #1 – O motor (A Empresa)

como funciona marketing multinivel o que e marketing multinivel

 

Existem centenas de empresas de MMN que você pode escolher, mas apenas algumas são uma Ferrari.

De forma resumida, posso dizer que existem alguns fatores que você tem que observar quando for escolher seu negócio de Marketing Multinível tais como o histórico da empresa, o time de gestores, a estratégia comercial, os produtos e o plano de marketing.

Por enquanto, o que você precisa saber é que o produto da empresa é como o aditivo que você coloca na gasolina para deixar o motor “redondo” e fazer com que ele rode mais e por mais tempo.

Uma empresa precisar ter um produto (ou serviço) que os clientes queiram comprar sem a necessidade de você ter que vender.

Se o produto for bom o cliente é que vai atrás de você querendo mais, e não o contrário.

Uma empresa de Multinível sem um produto de alto valor agregado não conseguirá ir muito longe.

 

Pilar #2 – A potência (A Rede)

como funciona marketing multinivel o que e marketing multinivel

 

O que dá a potência ao nosso motor são os cavalos de força. Quanto mais cavalos nosso motor tiver, mais potente ele será.

Em um negócio de Multinível os cavalos de força são a nossa rede de distribuidores.

Uma grande rede que trabalha em harmonia e com um objetivo comum é como uma Ferrari turbinada.

Mas não adianta nada você entrar na melhor empresa do mundo se você não souber como desenvolver e manter uma rede de distribuidores ativa.

Aliás, uma das maiores frustrações de uma pessoa que desiste do Marketing Multinível é saber que o negócio funciona, ver ele funcionando para outras pessoas, mas não conseguir fazer a sua própria rede.

Isso acontece porque o distribuidor que é novato não entende como é a estrutura de uma rede.

Quando ele entra no negócio a linha ascendente dele diz que a primeira coisa que ele tem que fazer é colocar gente. E ponto.

Mas… a coisa não é bem assim…

De acordo com Randy Gage, um dos papas do Multinível nos Estados Unidos, uma típica rede de Marketing Multinível tem a seguinte estrutura:

• 50% de clientes de varejo
• 30% de distribuidores consumidores
• 15% de líderes de final de semana e
• 5% de top líderes.

Isso mostra para a gente que existe uma boa dose de estratégia por trás da construção de uma rede e que esses percentuais fazem muito sentido.

Se você os analisar, verá que espelham a estrutura de qualquer negócio tradicional onde há uma grande base de consumidores e uma quantidade menor de pessoas que participam do processo de vendas, seja em um grau maior ou menor.

Por exemplo… o corpo diretivo de uma empresa não sai na rua para vender, mas ele é responsável pela estratégia comercial que possibilita que as vendas aconteçam.

Os vendedores, que são em maior número que os diretores, não criam as estratégias mas vão para a rua fazer as vendas.

Se a distribuição desses percentuais fosse diferente, provavelmente o negócio não funcionaria.

Perceba também que todos os tipos de participantes são importantes, mas quem gera a renda residual de longo prazo são os clientes de varejo.

Esse tipo de cliente não quer saber de Marketing Multinível mas adora os produtos – ainda lembro que a minha mãe adorava o resultado que o suco da Morinda produzia em suas dores oriundas da fibromialgia. Ela não queria saber de Multinivel mas consumia o produto regularmente (a Morinda é uma empresa americana que saiu do Brasil em 2009).

É ótimo que os clientes de varejo não gostem de Multinível e queiram apenas consumir pois eles são a razão de existir do nosso negócio.

Sem eles nossa oportunidade viraria uma pirâmide onde o que importa é apenas o cadastro de novas pessoas (é o dinheiro pelo dinheiro).

Encontrar uma empresa com produtos de qualidade e que os clientes queiram consumir é um dos primeiros passos na construção de uma rede sadia e próspera.

O segundo grupo de pessoas que faz parte de uma rede são os distribuidores consumidores.

Esse grupo de pessoas tem o importante papel de fazer a famosa propaganda boca a boca.

Lembra daquela historinha que falam para a gente quando entramos em uma empresa de MMN sobre a indicação de graça?

Ela é mais ou menos assim…

Você já recomendou a um amigo um ótimo filme que você viu no cinema? Você já indicou um restaurante que tem uma comida boa e barata? Você já falou dos benefícios que um determinado produto fez para você? E quanto é que você ganhou por essas indicações?

LEIA TAMBÉM:  6 Dicas de Como Divulgar sua Empresa de Marketing Multinível no Facebook

As pessoas desse segundo grupo entenderam essa historinha e por isso resolveram se cadastrar na empresa.

Elas gostam dos produtos. Elas usam os produtos. Elas têm resultado com os produtos. E por isso elas se sentem seguras em recomendar.

E a cada nova recomendação elas ganham um dinheiro que pode ser revertido em descontos nas próximas compras que elas fizerem, consumindo os produtos que amam por um preço mínimo ou mesmo de graça.

O objetivo desse grupo não é realizar um trabalho ativo de construção de rede, mas simplesmente indicar os produtos que eles gostam e confiam e ganhar com isso.

O terceiro grupo de pessoas que foram a nossa rede são os líderes de final de semana.

Esse grupo é geralmente formado por pessoas que tem algum tipo de renda principal – seja como um funcionário ou autônomo – mas que busca uma renda secundária ou mesmo um negócio que um dia possa se tornar a sua renda principal.

A maior parte do dia dessas pessoas é tomada por sua atividade principal e envolve desde o trabalho propriamente dito até o tempo gasto com ele, seja no trânsito, no horário de almoço ou nas horas vagas realizando alguma tarefa extra em casa.

Além disso há as outras atividades do dia a dia que não podem ser deixadas de lado como o tempo com a família ou as idas a igreja.

No final das contas essas pessoas conseguem dedicar muito pouco tempo durante a semana para desenvolverem seus negócios de Multinível e resta o final de semana para que elas desenvolvam o negócio.

Perceba que não há nenhuma conotação pejorativa em chamar esse grupo de “líderes de final de semana”. Eles amam o Multinível, mas simplesmente não podem dedicar mais tempo ao negócio porque tem outras tarefas que demandam sua atenção.

O quarto grupo é formado pelos top líderes.

Essas pessoas se dedicam ao negócio de em tempo integral.

São eles que sobem no palco nas convenções da sua empresa, ganham todos os prêmios e estão sempre nos níveis mais altos do plano de carreira.

Seu principal papel é viajar para apoiar seu grupo e mostrar o estilo de vida que tem.

As viagens a lazer tais como as idas a Disney ou o esqui na Europa são ao mesmo tempo diversão e trabalho pois transmitem o estilo de vida que o líder leva.

Um top líder geralmente ganha entre 30 e 50 mil reais por mês, mas há muitos que chegam a ganhar de 100 a 200 mil mensais.

A principal característica de um top líder é saber trabalhar com estratégia.

Como sua rede tem milhares de pessoas, ele sabe que a única maneira de fazer com que sua mensagem chegue a todos é utilizando um método duplicável.

É por esse motivo um top líder SEMPRE trabalha com o apoio um sistema de recrutamento e um sistema de treinamento.

No livro “Como Ficar Rico Com Network Marketing” o autor John Bremner fala que você só precisa encontrar cinco top líderes para conquistar sua independência financeira.

Ele também diz que você encontrará esses cinco top líderes a cada grupo de mil pessoas que você apresentar o plano.

São cinco pessoas a cada mil… o que, estatisticamente falando, representa 0,5% da nossa amostra.

A princípio pode parecer pouco, mas eu vou novamente usar o mercado tradicional como comparação.

Qual é o percentual de advogados muito bem-sucedidos se compararmos todos os advogados que existem no mundo? E o de engenheiros? Médicos? Empresários? Comerciantes? …

Percebe?!

Não é muito diferente. Provavelmente estamos falando dos mesmos percentuais.

Bom… se isso for mesmo verdade existem duas maneiras de você patrocinar esses 5 top líderes para que você possa curtir o resto da sua vida fazendo o que gosta…

Ou você se apressa em apresentar o plano da sua empresa para mil pessoas… afinal de contas as estatísticas não erram… ou você utiliza um sistema de recrutamento que faça esse trabalho para você.

 

Pilar #3 – A gasolina (Sistema de Recrutamento)

como funciona marketing multinivel o que e marketing multinivel

 

Os Sistemas de Recrutamento são mais antigos do que imaginamos e eles nasceram muito antes da internet.

Uma das primeiras pessoas que idealizou um sistema de recrutamento foi um caminhoneiro americano chamado Dexter Yager.

Conhecido como uma lenda no MMN ele foi um dos primeiros distribuidores da Amway há quase 50 anos e construiu um verdadeiro império com o MMN.

O sistema de recrutamento de Dexter Yager evoluiu para algo chamado de Sistema Pronet.

Quando a Amway chegou no Brasil nos inícios da década de 90, os grandes líderes internacionais da empresa trouxeram o sistema da Pronet junto com eles.

O sistema de recrutamento da Pronet era composto de apresentações um a um e fitas K7 que o distribuidor deixava com seu prospecto e depois de uma semana voltava para buscar e fazer o acompanhamento.

O grande trunfo desse sistema foi automatizar o processo de patrocínio, permitindo que o distribuidor apresentasse a sua oportunidade para várias pessoas ao mesmo tempo.

Esse sistema se mostrou um verdadeiro sucesso em uma época em que a internet não existia nem nos nossos melhores sonhos.

Passados mais de 50 anos a forma dos sistemas de recrutamento mudou bastante, mas os fundamentos permanecem os mesmos.

A diferença é que agora a internet deu velocidade e assertividade a esse processo.

Se antes era preciso entregar kits de recrutamento para várias pessoas para descobrir quais delas se interessariam pelo negócio, agora, com as ferramentas que o Google e o Facebook nos oferecem… é possível conversar apenas com as pessoas que tem interesse no nosso negócio.

Além disso rompemos as barreiras geográficas e podemos patrocinar pessoas em outras cidades, estados e países.

Recrutamento – a pedra no sapato do distribuidor

Os dois maiores problemas que um profissional de marketing têm são: recrutamento e capital de giro.

Porque é que isso acontece?

O problema do recrutamento acontece porque todos nós temos um número limitado de contatos conhecidos – nossa lista quente.

Depois que você queima sua lista quente, tem que ir para o contato frio.

É aí que o bicho pega porque você precisará construir uma das coisas mais difíceis que existe entre dois seres humanos: uma relação de confiança.

Confiança é a base de tudo no Multinível e ela começa na relação entre as pessoas.

Quando você não conhece uma pessoa, levará um tempo para construir essa relação.

A mágica de um bom sistema de recrutamento é construir essa relação de confiança automatizando o processo e usando as ferramentas da internet.

O segundo problema de um profissional de marketing é o capital de giro.

Pensa comigo…

Se você for dono de uma padaria, você terá que pagar aluguel, luz, funcionários e fornecedores mesmo que não venda o suficiente para cobrir estas despesas?

A resposta é sim.

E se a grana não entra, da onde é que você tira o dinheiro para isso?

Do capital de giro.

Ou seja, para manter um negócio tradicional, você precisa ter um dinheiro de reserva para injetar na empresa até que ela comece a andar sozinha e dê lucro.

LEIA TAMBÉM:  Após sucesso total na América Latina e EUA a FuXion entra no Brasil

Com o Multinível é a mesma coisa.

Você terá que investir em seu negócio.

Precisará pagar ligações, deslocamento, um monte de cafezinhos para seus convidados, o ativo mensal da empresa, livros, cursos, treinamentos, viagens e várias outras despesas que fazem parte do negócio.

Mas quando você começa no Multinível você está sozinho e só conseguirá ganhar dinheiro de duas formas: vendendo produtos ou recrutando pessoas.

Se você foca muito na venda, não tem tempo de recrutar. E se foca muito no recrutamento não tem tempo de construir a sua rede.

Complicado, né?!

E enquanto o tempo passa e o seu negócio de Multinível não se torna autossustentável, você precisará colocar a mão no bolso para bancar os custos do seu negócio.

É aí que o bicho pega e a maioria dos novatos acaba morrendo na praia.

O curioso é que as pessoas que te patrocinam simplesmente se “esquecem” de contar esses detalhes.

Dizem apenas que você precisa entrar na empresa e fazer uma lista das pessoas que você conhece.

Depois disso, tudo acontecerá de forma rápida e fácil porque o plano de marketing da empresa é incrível e os produtos são maravilhosos.

Direta ou indiretamente, eles te fazem achar que você só precisa comprar o kit de início e amanhã acordará milionário.

É essa abordagem errada que cria falsas expectativas na cabeça dos novatos e que é responsável em gerar tanto ressentimento nas pessoas que quebraram a cara com o Multinível.

No final das contas quem leva a culpa é o próprio Multinivel que acaba saindo como o vilão da história.

E como você resolve os problemas de recrutamento e capital de giro?

Com um sistema CORRETO de recrutamento baseado na internet.

Perceba que eu não disse “qualquer sistema de recrutamento”. Existem dezenas de sistemas de recrutamento disponíveis na internet, mas nenhum deles tem a abordagem certa e funciona DE GRAÇA.

Daqui a pouco eu falo mais sobre isso…

Antes disso me acompanha nesse raciocínio aqui…

Você entrou em uma empresa e falou da oportunidade para as pessoas do seu círculo de relacionamento.

Com isso você explora a sua lista quente.

O que te resta agora é partir para o contato frio, que é demorado e cai no problema da geração de confiança.

Contar com a sorte torcendo para que alguns dos seus cadastrados tenham sucesso é ilusão.

Os planos de compensação das empresas são construídos para que você só ganhe dinheiro da sua rede se você também produzir.

Essa história de cadastrar dois diamantes e esperar o resultado simplesmente não acontece.

E mesmo que acontecesse, quais seriam as suas chances de patrocinar dois top líderes logo de cara?

Pouco provável, né?!

Mesmo que você seja do ramo, já faça Multinível há algum tempo e tenha um grupo de fiéis seguidores, é bem provável que esse grupo tenha uma limitação de crescimento.

No final das contas você acaba sozinho ou com algumas pessoas em sua rede, tem dificuldades para continuar crescendo e tem que tirar dinheiro do bolso para bancar o seu negócio enquanto ele não decola.

Isso tudo acontece porque 99% das pessoas que fazem Multinivel não entenderam esses 4 fundamentos do negócio e o recrutamento é um deles.

Se nos negócios tradicionais o recrutamento é feito pela propaganda na televisão, jornal ou com a exposição do produto na prateleira do supermercado, como é que você faz isso no MMN?

Lembra que eu falei agora há pouco sobre um sistema CORRETO de recrutamento?

Pois é… a grande falha dos sistemas disponíveis no mercado é que eles tentam recrutar uma pessoa para entrar na empresa.

E talvez você pense assim: “Ué, Ben?! Agora você me confundiu… se o objetivo de um sistema de recrutamento é justamente recrutar uma pessoa, ele não deveria falar da empresa?

A resposta é não.

A nossa atividade de recrutamento deve estar focada em buscar pessoas que já entendem o que é o MMN.

Pessoas que já tenham tido alguma experiência em nossa indústria ou que estejam cadastradas em alguma empresa.

Recrutar uma pessoa que nunca teve contato com Multinivel é um processo lento e que consumirá muita energia e tempo da sua parte, além de demorar demais para dar algum resultado.

Você precisa se posicionar como um líder em relação ao mar de distribuidores que existem no mercado, te diferenciando dos demais e fazendo com que as pessoas queiram estar perto de ti e conectadas contigo.

É justamente esse posicionamento como líder e a proximidade que você cria com essas pessoas que as fazem te seguir e querer se cadastrarem com você.

Lembre-se… pessoas se conectam com pessoas e não com empresas.

Essa é a verdadeira essência de um sistema de recrutamento.

A maioria dos sistemas disponíveis no mercado tentam te recrutar falando em primeiro lugar da empresa.

Dizem que lá o plano é melhor, os produtos são melhores e a equipe corporativa é excelente.

Blá, blá, blá… eles simplesmente não entenderam como é que nós seres humanos funcionamos.

Para criar uma máquina de cadastros, que funciona no piloto automático, 24 horas por dia, 7 dias por semana, você precisa usar um sistema de recrutamento que tem a abordagem correta e o poder de divulgação que a internet oferece.

É o sistema de recrutamento que fará o trabalho de procurar as pessoas certas para você, enquanto você administra seu funcionamento sem ter que passar pela angústia que todo profissional de marketing passa quando tem que construir uma rede na raça.

É apenas dessa maneira que se trabalha com inteligência e estratégia em um negócio de MMN.

E como eu já demonstrei para você, é isso que separa os top líderes do mar de distribuidores que tentam, tentam e morrem na praia.

Seu objetivo final será cadastrar aqueles 5 top líderes mas você também se beneficiará do recrutamento dos outros dois tipos de distribuidores: os líderes de final de semana e os distribuidores consumidores.

Estes por sua vez trarão os clientes de varejo.

Bom, agora que você já resolveu seu problema de recrutamento, é preciso tratar do último pilar do método.

Pensa comigo…

Você tem um sistema que recrutará pessoas 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Essas pessoas que chegarão até você tem os mais diversos níveis de conhecimento.

Alguns não sabem nada de Multinivel e estão loucos para aprender.

Outros acham que sabem, mas, na verdade, fazem muita confusão sobre o que é certo e o que é errado em um negócio de Multinivel.

E poucos serão aqueles profissionais de marketing que já vem lapidados.

O problema é que você não conseguirá dar atenção a todos esses tipos de pessoas e nem terá tempo para isso.

Cada um destes perfis de candidatos tem uma necessidade específica de conhecimento e demanda um certo nível de atenção da sua parte.

Tem outra coisa… você está usando um sistema de recrutamento justamente para ter mais tempo para você.

LEIA TAMBÉM:  6 Dicas de Como Escolher uma Boa Empresa de Marketing Multinível

Então não faz muito sentido recrutar pessoas em massa se depois você terá que tratá-las individualmente, não é verdade?

É aí que entra o Sistema de Treinamento para resolver esse problema de conhecimento.

 

Pilar #4 – O óleo (Sistema de Treinamento)

como funciona marketing multinivel o que e marketing multinivel

 

Você sabe porque as pessoas não gostam de vender?

Porque elas nunca foram treinadas para isto.

A venda faz parte do nosso dia a dia e, mesmo que você não trabalhe diretamente vendendo algum produto ou serviço, ainda assim você vende todos os dias.

Se você exerce alguma função administra em uma empresa, você provavelmente vende ideias para seu chefe e sua equipe.

Se você quer ver um filme no cinema você vende a ideia para sua esposa ou marido.

Se você quer viajar para um determinado lugar, você vende essa ideia para a pessoa que vai te acompanhar.

O problema não estar em vender.

O problema está em não saber vender.

E isso acontece quando nós não dominamos o assunto.

Você já percebeu como é fácil falar da sua profissão ou das atividades que você faz regularmente?

É fácil porque você tem conhecimento sobre o assunto.

Agora pensa comigo…

Nós reunimos um monte de gente com os mais diversos níveis de escolaridade e experiências de vida.

Dizemos para essas pessoas que existe uma maneira delas ganharem muito dinheiro em um curto espaço de tempo.

E para que isso aconteça elas terão que desenvolver algumas atividades que nunca fizeram que são: vender produtos, recrutar pessoas e treiná-las.

Foi percebendo esse desafio que os grandes líderes de Multinivel criaram os sistemas de treinamento.

Em cima falei para você de um sistema chamado Pronet, que foi muito usado pelos líderes da Amway quando a empresa chegou aqui no Brasil no início da década de 90.

A Pronet era um mix de recrutamento e treinamento.

Eu tive oportunidade de usar esse sistema porque participei da Amway em 1993 e por isso posso dizer que foi um dos melhores sistemas de treinamento que já vi até hoje.

Tudo era feito com reuniões presenciais, livros e fitas K7.

Naquela época em que não existia celular, internet, WhatsApp e que Mark Zuckerberg era apenas um garotinho de 9 anos de idade, esse sistema era o que existia de mais moderno em termos de treinamento e motivação de uma equipe de vendas com milhares de distribuidores.

Hoje contamos com um ingrediente a mais que turbinou esses sistemas: a tecnologia.

Graças a ela os sistemas de treinamento atingiram um grau de sofisticação nunca antes visto e deram muita velocidade ao processo.

O que é o Sistema de Treinamento

A ideia por trás de um Sistema de Treinamento é criar um padrão de duplicação.

Ele ensina e educa todas as pessoas a fazerem as mesmas coisas seguindo um determinado padrão.

Quando todas as pessoas da rede seguem o padrão e duplicam o sistema você tem uma receita de sucesso.

É por isso que se diz que no Multinivel não se deve “reinventar a roda” tentando usar técnicas novas ou fazendo as coisas “do meu jeito”.

A regra de outro é: quanto mais simples, melhor.

Funciona assim:

O SISTEMA

1. Participar
2. Usar os recursos
3. Apresentar a oportunidade

O PADRÃO A SEGUIR

1. Consumir os produtos
2. Comercializar
3. Ensinar esse padrão de sucesso

Há 20 anos esse sistema era feito olho no olho.

Hoje os fundamentos permanecem os mesmos, mas a forma de se fazer mudou.

Participar significa estar conectado com as pessoas, seja pessoalmente, pelo Facebook ou WhatsApp.

Usar os recursos significa tirar o máximo de proveito da internet para recrutar e treinar sua equipe de distribuidores.

Apresentar a oportunidade significa ter um sistema automatizado que faz o processo para você usando a seu favor o melhor que a tecnologia pode oferecer.

Ao usar o Sistema você mostra para seu grupo que você confia e usa as ferramentas.

Isso gera um padrão de duplicação.

Ao seguir o padrão você faz todas as engrenagens girarem.

Você se torna um consumidor dos produtos.

Ao consumir você vê os resultados que os produtos proporcionam.

Ao ver os resultados você comenta com as pessoas e se sente confiante em recomendar o uso.

E ao recomendar o uso faz uma venda sem esforço.

Quando seu grupo te vê fazendo o padrão eles te seguirão.

Viu como é simples? … a receita é consumir, recomendar e vender.

Ao utilizar um sistema duplicável você faz seu motor funcionar em perfeita harmonia.

As pessoas estão treinadas e executam as tarefas na mais perfeita ordem.

Novos distribuidores são cadastrados da forma correta.

Os clientes aparecem e começam a consumir os produtos.

E as vendas geram bonificações, garantindo ganhos residuais e a geração ilimitada de royalties pelo trabalho que foi bem-feito por toda a equipe.

E por que as pessoas falham?

Existem apenas dois pré-requisitos para se construir um grande negócio de marketing de rede: um sonho e a disposição de se trabalhar de 5 a 10 horas por semana para realizá-lo.

Simples assim.

No entanto somos pessoas de hábitos e rotinas, que tomam todo o nosso dia.

Ter que simplesmente se dedicar a um novo empreendimento por mais uma ou duas horas por dia não é uma coisa que todo mundo deseja.

É por isso que o sonho é tão importante. Porque se você não tiver algo que deseja profundamente, não se mexerá para substituir seus hábitos atuais por outros.

Um dos propósitos do Sistema de Treinamento é criar novos hábitos em você.

E quanto antes fizer essa troca, mais rápido alcançará seus objetivos.

Existe um momento mágico no processo de patrocínio de um novo distribuidor: quando ele capta a visão do negócio e decide fazer parte da sua rede.

Porém existe um outro momento fantástico e ainda mais importante: quando o novo distribuidor entende como ele fará para que seus sonhos se tornem realidade, que é através de um sistema que gera um padrão de duplicação.

Quando as pessoas desistem é porque esse segundo momento não foi alcançado ou compreendido.

A menos que você mostre para o novo distribuidor como ele poderá conquistar seus sonhos, ele não terá a estrutura mental para perseverar e passar pelos desafios que virão ao longo da jornada.

Se o novo distribuidor não tiver um plano (o Sistema) para atingir seus objetivos e realizar seus sonhos, ele provavelmente será tomado pelo medo e terá suas chances de sucesso reduzidas.

Seguir o sistema de treinamento é a maneira mais segura de se conquistar tudo o que você quer através do marketing de rede.

 

Conclusão

Poucas pessoas conseguem ganhar dinheiro de verdade no Marketing Multinível. Como em qualquer negócio, depende de análise, planejamento e muita dedicação para chegar lá.

Mas se você é talentoso e diferenciado da maioria e usa as ferramentas de Marketing Digital, você poderá fazer parte da elite que consegue ter sucesso neste excelente modelo de negócios.

 

Ben Popov

Consultor de Marketing Digital e Marketing de Rede com mais de 15 anos de experiência. Fundador da AulaPlus - Marketing Digital e BlasterPhone Telecomunicações. Ben é "importado" da Bulgária e mora no Brasil desde 2000.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notificar sobre
avatar
wpDiscuz