E-Mail Marketing: Como Criar e Enviar Newsletters

 

Com a influência que a globalização passou a ter sobre o mercado nos últimos anos e todas as ampliações de mercado trazidas pela tecnologia, que geraram um enorme nível de competitividade entre empresas globais, hoje, não basta existir, é preciso existir também no universo digital, o que significa estar ao alcance de todos e a qualquer hora. Com vista nisso, construir um conteúdo criativo, original e 100% relevante para o mercado é apenas uma das batalhas quando a intenção é atrair o público-alvo. Fidelizar o público-alvo, ampliar o número de vendas, criar uma reputação positiva no mercado e internacionalizar o conteúdo são alguns dos passos mais importantes para qualquer empresa que busca ampliar seus negócios. E quando estamos falando sobre a internet, essa concorrência aumenta ainda mais, visto que é preciso criar meios não só de atrair novos clientes, mas também de incentivar o retorno de seu público. Como isso pode ser feito? Uma das formas mais práticas é criando uma newsletter, que nada mais é do que um boletim informativo a ser distribuído abordando um determinado assunto. Mas como criar e enviar newsletters da melhor forma? É o que revelaremos hoje.

Quer estudar inglês ou qualquer outra língua? Na plataforma Preply você pode estudar idiomas ou matérias escolares para vestibulares, viagens ou para aperfeiçoamento particular. Acesse Preply.com e comece a se preparar para o futuro.

 

Como criar Newsletters

 

1. Cuide do visual

Uma newsletter não garante um retorno efetivo do público-alvo e isso dependerá exatamente do nível de qualidade e de investimento que se tem ao cria-la. Se a newsletter não despertar o interesse do público, de nada servirá. Uma newsletter promissora precisa ser, antes de mais nada, bonita e agradável aos olhos do leitor. Isso quer dizer que ela precisa encher os olhos de quem a está lendo e, para tanto, é preciso investir fortemente no visual, o que lhe trará identidade. É preciso tomar cuidado especial com o design, com o que será escrito, entre outros fatores que podem tanto atrair, como também afastar os leitores. O ideal é que a newsletter sempre remeta à marca da empresa e que, ao ser lida, já consiga confirmar sua identidade aos olhos do leitor. Você pode, por exemplo, dividir o conteúdo em cartolas e, para cada uma delas, usar um tipo de imagem diferente – elas podem ser literais ou abstratas, explorando a arte e a mensagem pretendida.

LEIA TAMBÉM:  6 Erros Graves de E-mail Marketing que Vão Acabar com Seu Negocio

 

2. Sem conteúdo, sem retorno

De nada vai servir uma newsletter cheia de cores e design se, nela, não estiver escrito nada de útil ou de atrativo. Afinal de contas, o público, por mais que muita empresa pense que sim, não costuma se deixar levar pela beleza do conteúdo. Você pode optar, por exemplo, por uma newsletter com um conteúdo voltado exclusivamente para seu público-alvo. Ou seja, se sua empresa trabalha com o público infantil, você pode produzir algo mais educativo. Distribua o material mesclando títulos, imagens e textos menores. Vale também escolher cinco conteúdos que explorem a criatividade, intercalando textos, áudios e vídeos para entreter o público com um conteúdo que, além de bastante variado, é de qualidade e tem tom informativo. É possível também usar hiperlinks dentro dos textos, de modo que o público possa ver outros materiais.

 

3. Invista nos títulos

Os títulos são outra questão problemática quando estamos falando sobre newsletters. Não é nada incomum ver newsletters com títulos que nada têm de atrativo. Assim como acontece em qualquer revista, jornal ou forma de leitura, quanto mais conectado com o texto o título estiver, melhor será o entendimento por parte do leitor. Além disso, é preciso ser criativo e evitar criar títulos literais para não cansar a leitura do leitor, que vai acabar não lendo até o fim, já que todos os títulos falam exatamente sobre o que está no texto. Ao escrever e-mails para o público-alvo, é preciso pensar naqueles títulos quase impossíveis de serem ignorados, pois são esses que vão cativar os olhos do público. É preferível usar manchetes curtas, contendo palavras-chave que expressem sobre o que é o conteúdo, mas, novamente, sem entregar o assunto de bandeja ao leitor. Você pode também usar perguntas no título, já que isso desperta o desejo das respostas.

LEIA TAMBÉM:  8 Maneiras Incríveis de Gerar Leads através do E-mail Marketing

 

4. Não exagere no envio

A newsletter é um meio inteligente de manter a comunicação entre empresa e cliente, mas não é só isso o que ela faz. Através de sua linguagem, tom e, principalmente, frequência, uma newsletter pode ser informativa e, por que não, atrair o público para adquirir seus serviços ou assistir a sua palestra, por exemplo. Como a newsletter é recebida por todos aqueles clientes que se cadastraram nela, é possível que eles esperem pelo conteúdo. Por isso, a primeira coisa a se considerar é a frequência no envio. Porém, um envio frequente não é um envio diário, nem com conteúdo repetitivo ou sensacionalista.

MailerLite – Provedor de E-Mail Marketing Gratuito

como criar newsletters e-mail marketing newsletter marketing

 

Para enviar a newsletter, é preciso fazer uma lista de clientes e fornecedores potenciais. Depois, escolhe-se o serviço de envio da newsletter, uma vez que não é nada prático enviar centenas de e-mails pela conta pessoal – existem sites que oferecem esse serviço gratuitamente na internet. Após essa etapa, planeja-se cada edição da newsletter com antecipação, visando sempre captar a atenção do público através de imagens, conteúdo, design, links, etc. O nome da empresa deve estar sempre presente no e-mail para afirmar a integridade da mensagem. Por último, um ponto importante é sempre medir todos os resultados obtidos. Observe a taxa de abertura, os melhores horários de envio e tipos de assunto. Com essas dicas, você vai poder não só produzir uma newsletter de qualidade, mas poderá desenvolve-la com base no retorno.

 

Por Sophia Parente
[email protected]

Avalie a importância deste artigo! Vote!
[Total: 3 | Média: 5]

Ben Popov

Consultor de Marketing Digital e Marketing de Rede com mais de 15 anos de experiência. Fundador da AulaPlus – Marketing Digital e BlasterPhone Telecomunicações. Ben é “importado” da Bulgária e mora no Brasil desde 2000.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notificar sobre
avatar
wpDiscuz