como-fazer-email-marketing

Como Fazer E-mail Marketing com Sucesso

 

O continua sendo uma das ferramentas mais poderosa do , mas para trazer bons resultados tem que ser praticado de acordo com as boas práticas que vamos discutir neste artigo.

Aqui, no AulaPlus, frequentemente recebemos perguntas em relação ao e-mail marketing: Se ainda funciona? Como enviar campanhas de e-mail marketing de alto impacto? Que tipo de conteúdo entregar para os assinantes da lista?

A melhor resposta para esse questionamento é sempre a mesma: segundo pesquisas da Pew Research, 92% dos adultos online tem uma conta de e-mail, sendo que 61% desses acessam sua caixa de entrada diariamente.

Só isso já torna a resposta bem óbvia. Afinal, como um canal com tantos usuários presentes em todo o mundo e com acessos diários pode não ter relevância?

Seja para criar uma conta em um site de jogos, ou por fins profissionais, o e-mail é um pré-requisito para quem tem presença digital e um dos principais canais de comunicação.

O problema está geralmente associado à maneira com que muitos empreendedores lidam com os seus disparos de e-mail marketing, de forma muitas vezes invasiva ou exagerada, o que compromete os seus resultados e também a experiência do usuário.

Porém, se feito de maneira correta, os emails podem ser uma grande oportunidade de gerar relacionamento direto com sua audiência.

O E-mail Marketing é uma das formas mais eficazes para criar um relacionamento saudável e de longo prazo com os seus clientes.

As campanhas podem ser totalmente automáticas usando autoresponder e sequência de e-mails ou enviadas manualmente quando precisar.

Uma campanha de e-mail marketing bem construída pode aumentar as vendas da sua empresa centenas de vezes e melhor, de forma totalmente automatizada.

Para comprovar a eficiência de uma boa estratégia de e-mail marketing através de dados, nós juntamos algumas das centenas de estatísticas que mostram o quanto essa pode ser uma grande oportunidade para a sua agência, além é claro das que já citamos.

# Funcionários de empresas passam, em média, 13 horas da sua jornada semanal de trabalho verificando sua caixa de entrada. – McKinsey & Company

# 76% dos profissionais de marketing observam crescimento constante na sua base de emails. – Ascend2

# 72% dos consumidores escolhem e-mail como o melhor canal para receber comunicações de empresas e marcas. – MarketingSherpa

# Um e-mail é 40 vezes mais efetivo para aquisição de novos clientes do que redes sociais como Facebook e Twitter. – CampaignMonitor

Se você já aposta em uma estratégia de e-mail marketing, sabe que esta é uma das estratégias de marketing digital que apresenta maior custo-benefício na aquisição de clientes.

Mas você sabe o verdadeiro impacto que esta modalidade tem em empresas de todo o mundo?

Diversos fatores influenciam o sucesso de uma estratégia de e-mail marketing, desde entregabilidade (a capacidade de efetivamente entregar e-mails sem cair na caixa de SPAM) até a utilização de dispositivos móveis para visualizar suas mensagens de marketing.

Se você quer otimizar sua estratégia e gerar resultados de verdade, não pode ignorar a maneira como seus usuários utilizam este canal.

Portanto, confira 79 estatísticas de e-mail marketing que irão te ajudar a conhecer o comportamento da sua audiência e melhorar suas campanhas!

Vamos ver então como começar a fazer e-mail marketing com sucesso.

LEIA TAMBÉM:  8 Maneiras Incríveis de Gerar Leads através do E-mail Marketing

 

Passo #1: Construir sua Lista de E-mail

Construir, não comprar! Uma lista comprada não dá resultados, mesmo se alguém estiver tentando te convencer que a lista dele é segmentada e extremamente responsiva.

Construindo uma lista bem estruturada de contatos, você terá grandes oportunidades tanto de gerar
novos clientes quanto de fortalecer o relacionamento com os atuais.

Uma das características mais importantes e fortes do e-mail marketing é que ele é uma ferramenta de relacionamento baseado na confiança – desde o começo.

Os emails são um canal de comunicação direto e exclusivo com a sua base de contatos. Por isso, cada vez que alguém assina a sua newsletter ou entra em contato com você fornecendo o endereço de e-mail, você ganha uma nova chance de encantar e construir uma relação de confiança e credibilidade.

Através dessa relação, você pode fortalecer a sua marca e gerar valor para os seus contatos, fazendo com que você se torne uma referência tanto em conteúdo quanto em prestação de serviços. Afinal, se
você tem uma boa estratégia de e-mail, pode usá-la como referência para os serviços de seus clientes.

Enviando e-mails para pessoas que nunca permitiram ou desejam receber conteúdo seu é considerado SPAM, mesmo se elas têm interesse no assunto.

Existem várias maneiras para construir uma lista de e-mail de qualidade, vamos ver algumas abaixo:

– Usando Landing Page (Página de Captura)

Esse é um método muito eficaz e melhor – pode ser usado mesmo se você ainda não tem um site ou blog.

Eu recomendo o eBook “Como criar Landing Pages que convertem” que explica tudo em relação desse assunto.

Uma das melhores ferramentas para criação de Landing Pages, e e-mail marketing no Brasil se chama LeadLovers.

Veja aqui tudo que a plataforma LeadLovers oferece e como funciona.

LEIA TAMBÉM:  6 Erros Graves de E-mail Marketing que Vão Acabar com Seu Negocio

– Usando Formulário de Assinatura

Se você já tem um site ou blog, você poderá usar formulários de assinatura em formatos diferentes.

Aqui, no AulaPlus, usamos 2 tipos de formulários de assinatura – estático e pop-up.

Oferecendo uma recompensa digital de alto valor – um eBook, um minicurso, etc. você poderá capturar os e-mails dos visitantes do seu site ou blog e começar se relacionar com eles entregando conteúdo gratuito, dicas, etc. via autoresponder ou campanhas de e-mail marketing manuais.

 

Passo #2: Escolher um bom Provedor de E-mail Marketing

Existem muitos provedores bons no mercado. Aqui estão algumas considerações quando escolher o provedor:

– Ter um plano inicial gratuito para você poder começar a construir a sua lista de e-mail sem gastar nada

– Ter diversas ferramentas de e-mail marketing para construir autoresponders, criar newsletters, segmentar a sua lista

– Ter relatórios completos para medir o sucesso das campanhas: quem e quando abriu os seus e-mails, clicou ou não nos seus links, etc.

No AulaPlus usamos MailerLite – um provedor de e-mail marketing da Lituânia que tem versão em várias línguas inclusive em Português.

 

Passo #3: Configurar a sua Conta de E-mail

– Escolher o seu nome de remetente é muito importante. Eu recomendo usar o seu nome pessoal ao invés de nome da empresa. Usando um nome pessoal aumentará a taxa de abertura, já que as pessoas preferem falar com alguém que conhecem e não com a empresa em geral.

– Criar listas segmentadas – por exemplo, uma para capturar os e-mails dos clientes em potencial, outra para os parceiros futuros, outra para fornecedores, etc.

Desse jeito você vai poder entregar conteúdo altamente relevante para cada grupo criando um relacionamento de confiança e respeito.

– Escolher a forma de envio das campanhas. Você precisa decidir que tipo de e-mails você vai enviar e qual formato deles.

LEIA TAMBÉM:  Vídeo E-mail: Porque Você Deve Usar Vídeo no E-mail

Alguns exemplos incluem: Newsletter semanal, Sequência de e-mails automática com dicas e sugestões, Sequência de e-mails com aulas ou treinamentos, etc.

– Escolher a linguagem do conteúdo – formal ou informal, e mantê-lo, pois, isso precisa se tornar um padrão na comunicação com o seu público.

 

Passo #4: Planejar e Iniciar as Campanhas de E-mail Marketing

– Periodicidade: Testar e decidir em qual dias e horários enviar os e-mails e manter esse padrão. Desse jeito o seu público vai aprender de esperar os seus e-mails num momento específico e isso vai aumentar a taxa de abertura com o tempo.

– Frequência: Testar e decidir qual a melhor frequência para os disparos de e-mail. Normalmente 1-2 vezes por semana é uma boa opção, mas tudo depende do conteúdo que você vai entregar e o seu público.

– Criar um Calendário de Conteúdo: o calendário vai ajudar no planejamento de criação de conteúdo e disparo de e-mails. Essa é uma forma visual e muito útil para planejar as suas campanhas e ajustá-las conforme os resultados.

 

Passo #5: Análises e Testes

Usando os relatórios do seu provedor de e-mail marketing você poderá monitorar as campanhas e analisar os resultados.

Algumas métricas importantes para monitorar, analisar e ajustar as suas campanhas (se necessário) são:

– A taxa de entregue

– A taxa de abertura

– A taxa de click nos links dentro do e-mail

– A taxa de reclamações de SPAM

– A taxa de cancelamento da assinatura

Analisando esses dados você terá melhor noção se as suas campanhas fazem sucesso ou não, e o que e como ajustá-las, caso necessário.

 

Conclusão

Seguindo esses 5 passos você poderá começar a construir uma lista de alta qualidade e responsiva e fazer campanhas de e-mail marketing de alto impacto.

Vale a pena sempre lembrar que a relação de conteúdo de alta qualidade e gratuito versus ofertas de compra de produtos ou serviços deve ser 80% / 20%.

Ou seja, 80% do seu conteúdo deve ser entregue gratuitamente e somente 20% pode ser vendido em formato de uma oferta de produto físico, digital ou serviço.

A sua experiência com esse assunto é muito importante para mim. Por favor, deixe seu comentário abaixo e compartilhe a sua experiência de e-mail marketing com a gente!

Avalie a importância deste artigo! Vote!
[Total: 7 | Média: 5]

Ben Popov

Consultor de Marketing Digital e Marketing de Rede com mais de 15 anos de experiência. Fundador da AulaPlus – Marketing Digital e BlasterPhone Telecomunicações. Ben é “importado” da Bulgária e mora no Brasil desde 2000.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notificar sobre
avatar
wpDiscuz